26.7.10

A rua dos albergues em Copa. Conhece?

Fugindo totalmente ao padrão de Copacabana, a Rua Lacerda Coutinho é uma das únicas no bairro que ainda mantém casas, além de hostels.



A ENTRADA DA RUA Lacerda Coutinho através da Rua Santa Clara: muita sombra, casas e uma bela vista para a pedreira do Morro dos Cabritos, ao fundo.



REPRESENTAÇÃO CARTOGRÁFICA da Rua Lacerda Coutinho, em Copacabana. Ela tem a forma de um L e é a última transversal da Tonelero antes da entrada para o Túnel Major Vaz.
Grau de periculosidade sentida (de zero a 5): Zero.


Domingo, dia 25, fui para Copacabana com a minha máquina bolso. Eu já conhecia a Lacerda Coutinho pelos mapas e, também, por olhá-la rapidamente diante da janela do ônibus, quando este passava pela Rua Tonelero antes do Túnel Major Vaz. Entretanto, nunca tinha andado por ela. Sempre pareceu-me uma rua bem simpática, afinal, seu pequeno tamanho já nos faz perceber que ela destoa das ruas "padrão" de Copa. O clima é totalmente diferente; as construções, idem.

Eu comecei a minha expedição fotográfica pela entrada da Lacerda Coutinho na Rua Santa Clara. A Lacerda tem o formato de um L, como vocês podem ver no mapa - ela começa (ou termina) na Tonelero, faz uma curvinha e acaba na escura Santa Clara. Impressionante como, mesmo num dia de sol escaldante, a Santa Clara consegue ser escura! São muitas árvores, que impedem qualquer nesguinha de sol de iluminar o seu caminho! Bom ou ruim? Acho que é bom! Os moradores da rua é quem deveriam responder isso. Voltando à nossa rua do post de hoje, a Lacerda Coutinho ela impressiona, por um momento, não só por ter casas, mas também porque bem na sua entrada pela Santa Clara você consegue ter uma visão espetacular que os edifícios altos daquele trecho de Copa tampam: o Morro dos Cabritos! É uma pedreira linda, com algumas poucas árvores no seu topo e que se intensifica a medida que vai chegando ao asfalto. Fantástico!


ESTAS SÃO ALGUMAS das casas que compõem a Lacerda Coutinho. Umas mais bem conservadas do que o outras, é realmente interessante encontrar uma rua como esta em pleno coração de Copacabana. Na foto à esquerda, a casa laranja, com a bandeira do Brasil, é o Bamboo Rio Hostel.


Uma vez que a pedreira já foi totalmente admirada, seus olhos voltam para baixo e inicia-se uma análise minuciosa da arquitetura da rua. Não tem nada de especial a ponto de entrar para livros, guias de turismo ou coisa do tipo. Só é realmente impressionante como em plena selva de pedra que é o bairro de Copacabana você encontrar um recanto tão aconchegante como é a Rua Lacerda Coutinho. Umas casinhas bem diferentes, umas bem cuidadas, outras mais entregues à falta de conservação, uma escola, um albergue... É, um albergue. Deparei-me com uma casa de pintura laranja, muro alto e um portão aberto e um vai-e-vem de pessoas. É o Bamboo Rio Hostel, no número 45 da rua. Um privilégio para o estrangeiro estar nessa área de Copacabana e, o melhor, numa rua bem familiar.

Continuei caminhando e fui percebendo que, impossível não ter só casas, havia também edifícios. De poucos andares, é claro! Mesmo assim, as casas continuam sendo a grande atração dali. Umas mais interessantes que as outras. Porém, como nada é feito de pétalas de rosas, um grande mal carioca também predomina ali: os cocôs de cachorro. Volta e meia, apareciam pessoas passeando com seus cãezinhos, todos com sacolinhas de supermercado na mão, mas parece que aqueles que não estavam sendo monitorados conseguiram deixar o rastro do seu animalzinho por ali. É uma porquidão só, infelizmente.


ALÉM DAS CASAS, alguns poucos edifícios fazem parte da Lacerda Coutinho. Mas bem poucos mesmo, com poucos andares em relação à média do bairro. Algumas pequenas árvores (não menos imponentes!) também aparecem pelas calçadas.



O FIM DA LACERDA Coutinho, na esquina com a Rua Tonelero. Nessa localidade, outro albergue, o Rio Rockers, a poucos metros de distância de outro. Ao lado, a entrada para o Túnel Major Vaz.


Mais para o fim da Lacerda Coutinho, já nas imediações da Rua Tonelero, avistei outra construção bastante chamativa e interessante. Aproximei-me e a placa indicava: Rio Rockers Hostel. Outro albergue! Com a fachada de pedra, ele lembra, por segundos, uma espécie de castelinho. Enfim, rua muito simpática assim como seus moradores. Antes de ir embora, uma senhorinha me abordou, quando vinha pela Tonelero (foto da esquina à direita) e me abordou. Queria saber o porquê das fotos. Expliquei tudo, sobre o blog, sobre o interesse pela rua, sobre a importância da preservação das ruas através das fotos para as gerações futuras. Ela adorou a idéia, afirmou que morava já na Lacerda há mais de 30 anos numa das casas e que tinha acesso à internet. Todavia, na falta de caneta e papel, ela teve de guardar o endereço na memória, com alguma dificuldade. Se ela tiver conseguido se lembrar e conseguiu chegar até aqui, mando o meu abraço!


A LACERDA vista através da Rua Tonelero.


Você conhece lá? É morador da região? Gostou do post? Comente!

7 comentários:

Anônimo disse...

mto legal. não sabia q existia uma rua só de albergues. mas, afinal, se vc não achar o q vc quer em copacabana, vc não acha em lugar nenhum do mundo. ps: põe link pro facebook no fim das reportagens.

Nighto disse...

Muito legal. Já passei na frente dessa rua várias e várias vezes, mas nunca entrei. Vou lá dar uma visita qualquer dia desses :)

Editei o OSM com informações do seu texto: http://www.openstreetmap.org/browse/changeset/5342961

[]s

Cris disse...

Bacana. Tb nunca entrei lá. Copa tem desses cantinhos agradáveis no meio do caos absoluto, né?!

Esperos posts da viagem ;)

bjs

Ivo Korytowski disse...

Essa ruinha é muito simpática. Moro perto dela. Outro dia tirei umas fotos lá também para um levantamento que venho fazendo das casas que ainda sobrevivem em Copacabana. São em maior número do que a gente imagina (geralmente espremidas entre os prédios), algumas ainda residenciais, outras convertidas para uso comercial, e ainda outras sem uso (pendengas judiciais entre herdeiros?). As fotos das casas copacabanenses venho colocando num álbum do Picasa em http://picasaweb.google.com.br/ivokory/CasasEmCopacabana#
Quatro delas são tombadas.

Samila Soares disse...

Muito lega essa postagem. Parabéns.

Anônimo disse...

adoro esses achados em copa... tem umas ruelas assim espalhadas pelo bairro todo

pro cara q anda tirando fotos só de casas que restam em copa (Adorei a ideia, vou acompanhar seu album), tem uma q eu n vi por lá: fica na min viveiros de castro entre a ronald e a duvivier (acho q são 2 casas, aliás, a escola de ballet q vc fotografou e uma outra, mais adiante, residencial)

general barbosa lima (e general azevedo pimentel tb)

fgs disse...

minha avo mora nessa rua, e é uma das ruas mais agradaveis de copacabana :]