3.7.09

Os dois lados da Desembargador Isidro

Panorama da Rua Desembargador Isidro, na Tijuca: lado residencial.

Após um tempo pensando, e em dúvida, sobre qual seria a próxima rua a fotografar para postar aqui no As Ruas do Rio, lembrei-me da Rua Desembargador Isidro, na Tijuca, Zona Norte do Rio, por ser uma via com extremidades bem opostas: de um lado, uma área residencial e, n’outro, um pólo de comércio bastante intenso e movimentado, às margens da Praça Saens Peña. Além disso, vale a pena dizer que a Desembargador Isidro é uma rua emblemática na Tijuca, bastante conhecida na região, afinal, é ali onde está uma das entradas do famoso e tradicional Tijuca Tênis Clube, assim como diversos outros estabelecimentos de importância regional. A rua começa na esquina com a Rua General Roca, bem em frente à Praça Saens Peña – um dos principais pólos comerciais e médicos da cidade do Rio de Janeiro -, terminando lá em cima, nos arredores da Rua José Higino e do Colégio Batista Shepard. Mais tijucana, impossível!

Eu comecei a minha caminhada pelo trecho oposto ao da Saens Peña, onde funciona o ponto final da linha de ônibus 409 (Jardim Botânico – Praça Saens Peña), a única linha a percorrer toda a rua Desembargador Isidro. Curiosidade: apesar de levar no letreiro “Saens Peña”, na realidade, a linha 409 mantém como seu ponto final uma outra praça, a Gabriel Soares, que localiza-se exatamente no fim da Desembargador Isidro. Algumas outras linhas de ônibus também chegam a percorrer um trecho da rua, entre as ruas General Roca e Abelardo Chacrinha Barbosa, embora a de maior relevância, na Desembargador Isidro, seja a linha 409.


Os fundos do Tijuca Tênis Clube 

Edifícios de luxo nos arredores da Praça Gabriel Soares

Prédios pomposos (alguns novos, outros mais antigos), árvores floridas, jardins e um razoável movimento de automóveis são os elementos principais desta parte da Rua Desembargador Isidro, a qual eu consideraria a área residencial. Este trecho é contemplado por uma sutil ladeira, onde a proximidade com a Floresta da Tijuca pode ser constatada através da sensação térmica, bem mais agradável do que aquela sentida nos adjacências da Praça Saens Peña, ou seja, na outra extremidade.

A convivência entre prédios antigos e novos resulta harmoniosa, devido ao fato de que todos eles mantêm impecáveis os seus jardins de entrada, o que chama muito a atenção. Eu, com meu espírito um tanto quanto "fiscalizador", estou sempre à procura de defeitos/incoerências/e afins, e, em meio a uma paisagem bastante acolhedora, encontrei a mureta do belo edifício do número 145 pichada. É um pecado o que esses nossos amigos vândalos fazem, ainda mais se tratando desse tipo de imóvel. Já em frente à esquina com a Rua Henry Ford, há um outro imóvel, de arquitetura bastante curiosa e apreciável sofrendo depredação, embora aí, neste caso, já não seja culpa dos pichadores, mas sim dos proprietários. Com paredes cinzentas já bem desgastadas, este edifício ganharia um brilho especial se fosse mantido de forma mais cuidadosa.


Posto de Saúde Heitor Beltrão

A rua já nas vizinhanças da Praça Saens Peña

Obra Social Padre Damião
Neste mesmo trecho, situa-se, em uma pequena e discreta entrada, a Obra Social Casa Padre Damião. Esta instituição religiosa e de assistência social é mantida, principalmente, pela Paróquia dos Sagrados Corações, famosa igreja da Rua Conde de Bonfim, próxima à Desembargar Isidro. Ali se desenvolvem atividades com pessoas da terceira idade cujo atendimento, quinzenal, beira uma média de 140 (cento e quarenta) idosos carentes. Recebem cestas básicas, consultas médicas, fornecimento de remédios, entre outros, além de ser promovidos com eles todos os tipos de orações, cânticos e palestras. A Obra Social Casa Padre Damião também oferece educação infantil, diariamente, a crianças carentes com idade entre 3 (três) a 5 (cinco) anos, filhos de empregadas domésticas, porteiros ou pertencentes a famílias de baixa renda que trabalhem ou residam no bairro da Tijuca etc.

No número 144, a Rua Desembargador Isidro mantém uma unidade do Posto Municipal de Saúde nomeado de Heitor Beltrão. A deteriorada fachada reflete o descaso sofrido pela maioria dos serviços municipais, principalmente no ramo da saúde. A situação é a mesma na fachada da sede da VII Região Administrativa (Tijuca), no número 41, mantida pela Prefeitura e que apresenta um aspecto bastante mal-cuidado. Inclusive, a partir da Rua Silva Guimarães em diante, a Desembargador Isidro começa a apresentar em seus imóveis certo ar decadente, resultado da má conservação e do comércio popular que invadiu a rua em função do esgotamento de espaços livres na Praça Saens Peña.

Panq's House, lanchonete tradicional
Entretanto, o que não faltam mesmo na Desembargador Isidro são padarias. São três ao longo de toda a via, separadas por uma distância razoável entre uma e outra, como forma de atender bem e igualitariamente os pontos em que exercem atração. Na esquina com a Rua Barão de Piraçununga, no térreo de um imóvel bastante degradado, funciona a pizzaria e creperia Panq’s House, autointitulada de “a melhor pizza da Tijuca”. O lugar, no entanto, com ares de lanchonete, é bastante famoso pelos moradores e já está no local há mais de vinte anos. Alguns outros restaurantes de pequeno porte, a maioria no estilo self-service, também são encontrados por lá, entre eles o Food&Beer (“o quilo mais saudável da Tijuca”) e o Brasakilo, nas proximidades da Rua General Roca. Ainda neste trecho, para lanches rápidos e nada naturebas, há uma pastelaria e a padaria Casa do Pão, com seu letreiro chamativo e vitrine apetitosa.

Entre uma vila e outra, a parte final da Rua Desembargador Isidro, sem dúvida, é caracterizado pelo comércio misto e abundante. Óticas, lojas de utilidades domésticas e tintas, salões de beleza, drogarias, laboratório clínico, uma filial da Casa Cruz e outra da Igreja do Evangelho Quadrangular, estacionamentos e o Empresarial Tijuca Center, no número 40, um edifício moderno e espelhado, que destoa totalmente da paisagem no entorno. Nesta “tendência”, na Rua Desembargador Isidro, existem dois terrenos onde estão sendo construídos novos edifícios, sendo um deles residencial e o outro de uso comercial.


Esquina com a Rua General Roca: poluição visual.


Quem foi?
De acordo com o livro “Tijuca – De rua em rua” (Editora Rio), da historiadora Lili Rose, Isidro Borges Monteiro - o Desembargador Isidro -, era proprietário de terras, capitalista e chefe de polícia da corte. Nascido em 1825, recebeu os títulos de Cavaleiro da Imperial Ordem de Cristo (1854) e da Imperial Ordem da Rosa (1874). Prestou serviços como presidente da comissão que fez o recenseamento dos moradores da Paróquia do Engelho Velho (região da Tijuca, nos dias de hoje), além de participar da direção de outros estabelecimentos, como o Banco Rural e Hipotecário do Rio de Janeiro e o Cassino Fluminense. Antes mesmo de morrer, em 1890, a rua já levava o seu nome, onde morava no imóvel de número 20.



Texto revisado em 09/04/2014

8 comentários:

Janete Rodrigues disse...

PEDRO,COMO SEMPRE O TEXTO ESTÁ IMPECÁVEL.BEIJOS.
SUA ADMIRADORA FERVOROSA.

raphaelloureiro77 disse...

Henry Ford é uma bucólica rua nos fundos do tijuca tenis clube. frequentei-a no ano de 1999 pois minha terapia era la.

no tijuca tenis clube vi e vibrei com alguns jogos de basquete do vasco. bons tempos aqueles.

raphaelloureiro77 disse...

ah, ainda existe uma casa de produtos árabes na região da saens pena onde se come esfirras e quibes deliciosos?

Anônimo disse...

Não é um cachorro não. É o "lobo branco". Na barraca em frente a estátua tem o desafio do lobo branco. Se você um número de sanduíche em um determinado tempo, seu lanche sai de graça. Mas é algo meio impossível.
ABS

Pedro Paulo Bastos disse...

Uau, não sabia essa história do desafio do lobo branco.

Anônimo disse...

Gostei muito desta matéria, principalmente por que vi um APT na rua:Henry Ford 87. Gostaria de saber se é uma boa rua?

Grata. geracaopibcopa@gmail.com

Pedro Paulo Bastos disse...

Eu gosto da Rua Henry Ford. Ela é bem tradicional, com bons edifícios e casas. Sem falar que tá fora mas ao mesmo tempo do lado da muvuca da Praça Saens Peña.

mussalela disse...

BELA DOCUMENTÁRIO , TRABALHO NA PANQ'S HOUSE HÁ 20 ANOS, VC DESCREVEU COM DETALHES A RUA INTEIRA, POSSO DIZER QUE ONDE ERA O 121 ERA UMA GARAGEM QUE ME CHAMAVA ATENÇÃO POIS O DONO COLECIONAVA CARROS ANTIGOS, ONDE É O CORREIO, ERA UM SANATÓRIO, E ONDE É 0 N°85 ERA UM POSTO DE GASOLINA, SE PUDER AJUDAR, ESTOU AS ORDENS